Projetos Isolago

PlasticoLight

plasticolight

PlasticoLight 

Cargas de baixa densidade para formulações plásticas 

Com o projeto PlasticoLight pretende-se desenvolver cargas de baixa densidade para formulações plásticas, recorrendo ao uso de matérias-primas porosas e a processos de modificação morfológica e físico-química através do uso de polissacarídeos e da incorporação de estruturas porosas.


Na indústria de plásticos, o uso de cargas permite melhorar o desempenho mecânico do material final com concomitante redução do custo de produção. O carbonato de cálcio (CaCO3) é uma das cargas mais utilizadas devido ao seu baixo custo, boa estabilidade e não toxicidade. Habitualmente, este é utilizado entre 20 e 40 % da formulação plástica. Contudo, a sua elevada densidade (2,73 g/cm3) compromete algumas aplicações em que os polímeros necessitam de ser leves e condiciona bastante a poupança na percentagem de polímero.


A Isolago – Indústria de Plásticos, S. A. (Pontével), cuja atividade incide na produção de compostos plásticos, é a empresa líder do projeto. A Universidade de Aveiro é a entidade copromotora, proporcionando uma equipa multidisciplinar abrangendo as áreas de Química de Polissacarídeos, Química Orgânica/Inorgânica e Ciência e Engenharia dos Materiais.​


Aquando da transposição da tecnologia à escala piloto/semi-industrial, as cascas de ovo serão fornecidas pelo grupo Derovo (Pombal), o pectato será recuperado do bagaço de maçã, subproduto da empresa Indumape – Industrialização de Fruta, S. A. (Pombal) e o alginato será fornecido pela ALGAplus (Ílhavo), pelo que estas empresas serão parceiras do presente projeto.


Por sua vez, a Polivouga – Indústria de Plásticos S.A. (Albergaria-a-Velha) e a Hidracinca Portugal S.A. (Estarreja) realizarão a avaliação final das cargas de baixa densidade produzidas, focando-se nas propriedades termomecânicas e estruturais dos materiais resultantes.


 

Objetivos

1.

Modificação de Partículas CaCO3.
Incorporação de polissacarídeo como o pectato e o alginato.





2.



















Desenvolvimento de estruturas porosas provenientes das cascas de ovo.

Via reações de complexação ou processos de revestimento, na presença/ ausência de dióxido de carbono em estado supercrítico.




3.

















Purificação e caracterização morfológica e físico-química do CaCO3 recuperado das cascas de ovo.


Atividades

1.

Desenvolvimento de híbridos polissacarídeos-carbonato de cálcio  



2.



Extrusão e injeção dos híbridos polissacarídeos-carbonato de cálcio incorporados em formulações à base de polipropileno e de poliestireno


3.

Desenvolvimento de formulações do composto bioplástico



4.

Ensaios de protótipos e pré-séries 


5.

Promoção e divulgação de resultados 



Ficha Técnica

Designação do projeto

PLASTICOLIGHT - Cargas de baixa densidade para formulações plásticas

Código do projeto

POCI-01-0247-FEDER-33848

Objectivo principal

Produzir cargas de baixa densidade

Entidades beneficiárias

Isolago - Indústria de Plásticos, S.A.
Universidade de Aveiro

Data de aprovação

23/08/2016

Data de Inicio

01/09/2018

Data de conclusão

31/08/2021

Custo total de elegível

1.690.739,84 EUR

Apoio financeiro da União Europeia | FEDER

1.010.726,30 EUR

Entidades Beneficiárias

logoiso
universidade-aveiro-logo-g

Cofinanciado por

82-layers
12-layers
55-layers